Celebrando o amor e a caridade

  21 de February de 2017 • 11h25

DESTAQUE_ESPECIAL_2017_02_15_001Inspirada pelo Pai Eterno, a Vila São José Bento Cottolengo completa 66 anos no dia 11 deste mês. Tempo que traduz, em mais de seis décadas, o amor e a caridade, em qualidade de vida às pessoas com diferentes deficiências psicomotoras e em situação de vulnerabilidade social de Trindade e de outras cidades, principalmente do estado de Goiás.

O aniversário será celebrado com uma Santa Missa especial, em ação de graças pelos 66 de trabalho da instituição. Além disso, o momento comemorativo conta ainda com atividades recreativas voltadas aos pacientes internos.

A Vila São Cottolengo, também conhecida como o Santuário do Irmão, é uma das Obras Sociais administradas pelos Missionários Redentoristas que contam com o apoio da Associação Filhos Pai Eterno, a Afipe. Porém, a instituição sobrevive ainda por meio de doações, que chegam por meio da boa ação dos amigos benfeitores da Vila e ainda a colaboração de pessoas que abrem os seus corações para ajudar ao próximo.

DESTAQUE_ESPECIAL_2017_02_15_003História de amor ao próximo

Toda a história da Vila São Cottolengo tem sido pautada na superação. O local é um espaço que tem alcançado avanços constantes proporcionando bem-estar, dignidade e qualidade de vida aos seus pacientes. A história da instituição começa na década de 50, mais precisamente no ano de 1951, por iniciativa do Missionário Redentorista, Pe. Gabriel Vilela.

Após participar da Romaria do Divino Pai Eterno, em Trindade, o sacerdote percebeu a grande quantidade de mendigos que perambulavam sem ter para onde ir. Tocado pelo Pai Eterno, encheu-se de compaixão e decidiu criar uma casa de acolhimento.

Com a ajuda de outros religiosos da Província Redentorista de Goiás, Pe. Gabriel construiu as cinco primeiras casas que deram origem à Vila São Cottolengo. Mais tarde, em 1957, as Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo chegaram a Trindade para ajudar na administração da Vila.

DESTAQUE_ESPECIAL_2017_02_15_002Ao longo dos anos, a instituição se especializou e é referência no tratamento da pessoa com deficiência, tornando-se um Centro Especializado em Reabilitação Física, Auditiva e Intelectual.

Hoje, com 365 pacientes internos, o Santuário se traduz no mais puro sentimento de humanidade e amor ao próximo com atendimentos que vão desde tratamentos de longa permanência, com deficiências múltiplas, a unidades de tratamento de saúde como o Hospital São Cottolengo e de ensino especial, entre outras como unidades especializadas em reabilitação física, auditiva e intelectual.

Fonte: Afipe

Veja Também