“O Divino Pai Eterno é tudo na nossa vida”, afirma devota

  15 de March de 2017 • 11h07 • Atualizado em 20/03/2017 • 11h09

O Programa Pai Eterno desta quarta-feira, 15, mostrou mais uma história de devoção. Desta vez, o quadro Em Nome da Vida destacou o casal de aposentados Gelmira Clemente da Silva e Antenor José Lemos. Devotos do Pai Eterno, eles moram em Goiânia (GO) e fazem questão de acompanhar a programação de missas, novenas e terço pela televisão, mas visitam Trindade sempre que possível. (Assista ao vídeo abaixo)

Gelmira tem muita fé e contou que gosta muito de visitar a terra do Pai Eterno: “Mês passado eu estive lá. Fui às duas igrejas com a minha neta, fui ao Cineteatro assisti o filme de Maria e José, depois assisti a missa na Matriz, a Adoração ao Santíssimo na Basílica”.

O esposo, Antenor reza o terço diariamente com o Pe. Robson pela televisão. “Posso estar dormindo que quando chega perto da hora eu acordo. Já é uma rotina”, disse.

Veja também:

O casal já passou por momentos difíceis, mas sempre colocara suas vidas nas mãos do Pai. “Entrei em uma depressão. No dia do meu aniversário eu estava muito chateada, agoniada. Então, minha neta me levou, nós fomos até Trindade e parece que eu me libertei, fiquei mais tranquila, fiquei segurando na mão de Deus. Todos os dias eu durmo abraçada com uma almofada do Divino Pai Eterno para Ele me proteger”, lembrou a aposentada.

Antenor contou que há um tempo teve câncer e, para ele, a cura foi uma bênção recebida. “O Divino Pai Eterno foi tão bom, pois c om dois meses as coisas começaram a melhorar. Hoje, eu agradeço ao Pai pela vida, Ele é a nossa vida”, contou emocionado. Gelmira completou: “É o Divino Pai Eterno na frente e eu seguindo atrás”.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também