Você sabe a diferença do Santíssimo e Ostensório?

  16 de March de 2017 • 11h20 • Atualizado em 20/03/2017 • 11h04

Nas celebrações da Igreja Católica há um momento de concentração e muita fé: a Adoração ao Santíssimo. Em reflexão, cada fiel tem a oportunidade de estar bem perto de Jesus Cristo. O momento acontece sempre às quintas-feiras. O quadro Você Sabia?, exibido no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 16, explicou detalhes sobre o momento religioso. (Assista ao vídeo abaixo)

O Missionário Redentorista, Pe. Marcelino Ferreira, explicou porque a Adoração é feita tradicionalmente às quintas-feiras. “Foi na Quinta-feira Santa que Jesus instituía a Eucaristia, o mandamento do amor e deixou para que discípulos fizessem em memória”, pontuou.

Mas, segundo o sacerdote, nada impede que esse momento seja vivenciado em outros dias da semana. “Jesus está esperando, como vai dizer os santos, à nossa espera. Todos os dias as pessoas, aqueles que professam a fé cristã, os homens e mulheres de fé, que vivem na comunidade Igreja, devem seguir diante de Jesus sacramentado, diante do sacrário para a sua adoração, momento íntimo de oração com Jesus”, ressaltou Pe. Marcelino.

Veja também:

Na Adoração ao Santíssimo, cada fiel reconhece Jesus como o único Salvador. É um momento de veneração e respeito. Pe. Marcelino falou ainda sobre a diferença entre Santíssimo e Ostensório: “Santíssimo é a espécie do pão e do vinho e Ostensório é a peça de metal onde colocamos a espécie do pão consagrado para a veneração pública dos fieis”, explicou.

No momento da Adoração, a atenção deve estar toda voltada a Cristo. Cada um faz a sua oração de acordo com seu sentimento. “Cada homem e cada mulher de fé precisa diante de Jesus se colocar com a sua forma, com a sua expressão, o seu coração diante dele a sua oração. Não temos uma fórmula, que deve ser dita, rezada. A oração brota do coração desejoso daqueles que querem fazer a experiência com Jesus cotidianamente”, afirmou o padre.

O Ostensório fica guardado em um lugar especial dentro da igreja. “Todas as peças litúrgicas devem ser guardadas em lugar especial, com a devida veneração”, concluiu Pe. Marcelino.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também