Arraiá anima pacientes de hospital em Goiânia (GO)

  17 de julho de 2017 • 11h22 • Atualizado em 07/08/2017 • 06h40

Nos meses de junho e julho, as festas com temas caipiras tomam conta dos calendários de comunidades e famílias de todo o Brasil. É tradição no País relembrar a humildade e a maneira simples do povo do campo para recorrer e pedir a intercessão dos santos.

Em um hospital, um grupo de voluntários não deixou o momento passar em branco. Em um clima de muita alegria, teve um arraiá e este foi um dos destaques do Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 17 de julho, no quadro “Atitude Cristã”.

As bandeirolas davam um toque especial à decoração, que também contou com enfeites que faziam lembrar a vida no campo, onde teria começado a tradição das festas juninas. Toda a festança aconteceu em um hospital de Goiânia (GO).

A ação social foi promovida para que os pacientes esquecessem qualquer dificuldade que estivessem enfrentando, e pudessem aproveitar bastante a noite de São João. “Para eles, é momento de distração, é momento de esquecer o sofrimento, de realmente se alegrar”, afirmou Nataline Andraschko, diretora de enfermagem.

No cardápio, canjica, quentão, caldo. E, na pista de dança, o grupo Arriba Saia foi responsável pela quadrilha dançada pelos componentes do grupo e, desta vez, com participação especial dos pacientes. “A gente traz a alegria, a felicidade que a gente transmite durante a dança, durante a apresentação, para que possa trazer, de alguma forma, a renovação da saúde desses pacientes”,  ressaltou Geordano Souza, vice-presidente do grupo Arriba Saia.

O grupo existe desde 2005, é composto por 70 pessoas e é considerado a maior quadrilha do Centro-Oeste do País. Dessa vez, todo mundo se uniu para fazer o bem a esses pacientes. O objetivo era ver o sorriso no rosto de cada um. “É muito bom e é muito prazeroso a gente trazer um pouco do nosso trabalho para aqueles que ficam sempre confinados no hospital. Tem gente que vem de cadeira de rodas, com soro na veia, para assistir a gente. Então, é uma emoção muito grande saber que estamos trazendo alegria para os dias difíceis deles”, disse Celine Ramos, integrante do Arriba Saia.

Quem não podia dançar, assistiu bem de perto e registrou tudo pelo celular, em fotos e vídeos. Um dia cheio de alegria, para não ser esquecido. Roberto Rezende é paciente e contou suas impressões: “Estou gostando bastante da quadrilha com o pessoal. Isso, pra gente, é um incentivo muito bom”.

Este é o terceiro ano que o hospital promove o arraiá para os pacientes com a participação do grupo Arriba Saia. Muita música e animação seguindo o ritmo do forró. Em meio a tanta festa, o que chama a atenção mesmo é o que cada dançarino e organizador trouxe no coração: a solidariedade e o amor ao próximo. “Quando esses pacientes conseguem vir para a quadrilha, participar de um momento como este, dançar uma quadrilha, realmente para nós, profissionais que lidamos com tanto sofrimento, é muito gratificante”, concluiu Nataline Andraschko.

Veja também:

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno

Fonte: Afipe

Veja Também